Oportunidade

O Brasil tem só 17% de poupança interna. A China, 47%. Daí a diferença de crescimento econômico entre ambos.

Mas nunca, na história, tivemos tantos fatores favoráveis:

  • reservas internacionais de mais de US$ 300 bilhões;
  • grau de investimento das três maiores agências de rating e a Fitch acaba de elevá-lo;
  • a maior diversificação do mundo em commodities entre metálicas e agrícolas e o segundo maior parque industrial de países em desenvolvimento. Só atrás da China;
  • seremos superavitários na Balança Comercial com o pré-sal e com o aumento das commodities;
  • vamos aumentar em 40% a produção agrícola em 10 anos, o dobro do crescimento mundial;
  • a classe média já passa dos 50%. Aumentou 10 pontos percentuais em 5 anos, resultando em mais consumidores e maior mercado interno;
  • criamos 2,5 milhões de emprego no ano passado;
  • os investimentos estrangeiros diretos em 3 meses de 2011 foram maiores que os do ano passado inteiro. O mundo está apostando no setor produtivo brasileiro e vai investir em infra-estrutura para a Copa e as Olimpíadas.

Enfim, controlada a inflação, o momento é de oportunidades, mas de poupança. Quem praticar isso vai ganhar muito dinheiro.

Anúncios