Portabilidade é melhor que resgate

A Márcia me pergunta se deve resgatar a poupança previdenciária dela, pois está descontente com a rentabilidade do banco. Resposta: até pode, mas não deve.

Explico melhor: como ela quer continuar com previdência privada, a melhor opção é a portabilidade, parcial ou total, para outro plano de outro banco ou para um Fundo de Pensão. Isso leva 5 dias úteis. A vantagem da portabilidade para outro plano de outra instituição é que o imposto é zero, diferente de você resgatar o dinheiro aplicado.

Agora, importante: só dá para portar dinheiro na fase de contribuição e de um PGBL para outro PGBL ou para Fundo de Pensão e deste para PGBL. Já se o teu plano for um VGBL, só pode portar para outro VGBL.

É que PGBL e Fundo de Pensão têm tratamento tributário idêntico e, ambos, diferente de planos VGBL.

Dica importante: se você escolheu a tabela de imposto de renda regressiva quando fez o plano no primeiro banco, não dá para mudar para a progressiva quando portar o dinheiro. Já o contrário é possível.

E, olha, essa escolha é fundamental. Pode significar uma economia enorme em termos de imposto. Me consulte antes no site WWW.renatofollador.com.br, para não escolher errado.

Anúncios

3 comentários em “Portabilidade é melhor que resgate

  1. Antes de contratar o plano de previdencia privada para garantir uma aposentadoria mais tranquila voce pensou em tudo pesquisou a instituicao analisou os planos comparou as taxas e a rentabilidade. Os recursos aplicados nos planos de previdencia privada podem ser transferidos de um plano de mesma natureza para outro inclusive de outra instituicao sem incidencia de imposto de renda..A essa possibilidade da-se o nome de Portabilidade. Assim como e quando e possivel mudar de instituicao?.Mesmo tipo.Por definicao portabilidade em previdencia privada e a transferencia da reserva financeira constituida pelo participante em um plano para outro do mesmo tipo.

    Curtir

  2. esse assunto não pode passar da forma como está,

    gostaria que você fizesse alguma matéria sobre essa maldita corrida aqui em São Paulo,

    seria possível explicar essa estratégia de ferrar ainda mais os Paulistanos?

    a fórmula Indy 300 veio para São Paulo (até aí, tudo muito legal), mas parar a cidade, interromper o trânsito caótico que nós temos, isso é um bom negócio?

    vou chutar, mas nessa enorme cidade, talvez 1% goste e acompanhe esse tipo de esporte, e os demais (ou o “resto”), que não gostam, e são profundamente atrapalhados por essa iniciativa?

    que se danem???

    Curtir

Deixe uma resposta para Marcondes Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s