Educação neles

Do total de aposentadorias e pensões concedidas pela previdência social, 75% são para gente com menos de 65 anos de idade.
Dessas, a maior fatia, ou 27,5%, são para as aposentadorias por tempo de contribuição, cuja idade média de concessão é de 54 anos. Isso mesmo, 54 anos. E são as de maior valor, pois quem se aposenta por tempo de contribuição- 35 anos os homens e 30 as mulheres- são pessoas que estiveram o tempo todo empregadas, de melhor formação e maior remuneração.
Este ano vão faltar R$ 250 bilhões para fechar a conta, ou o dobro do orçamento anual da saúde e da educação. E esse déficit cresce há 20 anos sem parar.
Agora pergunto, brasileiro, amigo ouvinte, com toda sinceridade: você acha que isto está certo? Você acha que podemos nos dar ao luxo de aposentar jovens de 54 anos que vão ficar 30 anos aposentados, quase o equivalente ao que trabalharam?
Por isso, seja de direita, de esquerda ou de centro, quem ganhar as próximas eleições vai imediatamente estabelecer uma idade mínima para se aposentar por tempo de contribuição- o que não existe hoje.
Como sociedade temos que parar de pensar que o Estado é uma coisa e nós somos outra. O dinheiro para esses privilégios sai de nosso bolso, na forma de impostos, contribuições sociais ou inflação.
Um povo burro financeiramente é massa ideal para ser extorquida em nome de uns poucos privilegiados.
Educação neles…melhor, em nós.

Anúncios