Oportunidade de Consultoria Grátis

Um motorista de UBER me reconheceu e perguntou se eu daria uma consultoria para ele.
Respondi que já tinha começado. Para ele perguntar o que quisesse durante a corrida.
Primeira: tem 30 anos e quis saber se devia contribuir para o INSS. Resposta: sim, até uns 3 salários, que será o teto daqui a alguns anos. O INSS tem os auxílios, como doença, que não tem em nenhuma outra previdência.
Segunda: se devia contribuir para uma previdência privada e com quanto.
Olha, a resposta depende de muitas variáveis: qual renda, por quanto tempo vai contribuir, no que vai investir, em qual formulário de imposto de renda declara e tantas outras.
Mas para não deixá-lo na mão, dei uma receita básica.
Pense em quanto vai estar ganhando na hora de se aposentar. Multiplique isso por 80%. Esta será tua meta financeira. Dela diminua o que vai receber do INSS. O resultado é o terá que buscar numa previdência privada.
Vamos imaginar uma aposentadoria aos 65 anos. Nessa idade, cada R$ 160.000,00 de poupança previdenciária “compra” R$ 1.000,00 de renda até morrer.
Como ele tem 30 anos e vai se aposentar aos 65 anos, terá 35 anos de contribuição. Cada R$ 160,00 de contribuição mensal resultariam em R$ 160.000,00 de poupança previdenciária na hora de parar.
Ele agradeceu e não quis cobrar a corrida. Não aceitei. Disse para ele usar os R$ 20,00 para dar o primeiro passo. Começar a recolher para o INSS.

Consultas sobre finanças e previdência: (41) 3013-1483

Anúncios