Disciplina e Perseverança

Thomas Carlyle escreveu certa vez que pode ser herói tanto o que triunfa como o que morre em combate, porém jamais o que abandona a batalha. Aliás, o covarde diante da vida morre duas vezes.

Trazido para a nossa realidade contemporânea, perdedor é quem desiste, quem não persiste. Quem abandona seus sonhos, suas lutas, aquilo que deveria ser o seu motivo para levantar todos os dias.

A realização pessoal está muito mais no esforço permanente que no resultado. Quem não tem orgulho de dizer que não foi fácil chegar aonde chegou, mas que tudo valeu a pena!

Muita gente acha que precisa de força para atingir os seus objetivos, mas penso que a perseverança é muito mais importante.

Vejam o exemplo de um poupador: se ele tiver a disciplina de aplicar todo mês R$ 100,00 por 35 anos ele terá, ao final, cerca de R$ 100.000,00.

Para quem não nasceu em berço de ouro, essa é a forma de, um dia, ter muito dinheiro. E essa é a filosofia da previdência privada: perseverança. Um passo de cada vez.

No longo caminho até o sucesso, cada passo tem que ser uma meta, sem deixar de ser um passo. Concentre-se em poupar os R$ 100,00 mensais que os R$ 100.000,00 gradativamente virão para o teu bolso.

Para aqueles que acham que não precisam poupar eu pergunto: por que todos, repito, todos os mais bem formados e informados que trabalham nas grandes estatais e multinacionais, no mundo todo, poupam para a velhice num fundo de pensão?

 

 Consultas sobre finanças e previdência: (41) 3013-1483

Anúncios